Página Principal Câmara Vereadores Imprensa Portal Cidadão


Em reunião com vereadores, diretor geral do Semae explica problema na coloração da água
02/03/2018 - 16:41:00

O diretor geral do Semae, Paulo Beono, e sua equipe técnica estiveram na Câmara de Mogi das Cruzes, na manhã desta sexta-feira (02) para uma reunião com os vereadores a respeito da qualidade da água entregue aos munícipes pela autarquia. Na semana passada, houve muita reclamação da população sobre a coloração da água que chegou às residências. A reunião foi agendada pelo vereador Mauro Araújo (MDB).
 
Beono começou a reunião explicando como é feita a captação de água no rio Tietê e quais caminhos ela percorre para ser tratada e disponibilizada à população. De acordo com o diretor-geral, na última semana houve uma queda brusca no nível do rio, que atingiu principalmente o ponto de captação do Semae, problema originado por mudanças no regime de vazão de água promovidas pelo DAEE – Departamento de Águas e Energia Elétrica –, nas represas de Paraitinga e Ponte Nova, em Salesópolis, e na captação da Sabesp, em Biritiba Mirim.
 
O diretor ainda explicou que essa mudança brusca alterou a coloração da água captada, deixando-a mais escura e com uma alta concentração de Manganês. Além disso, de acordo com os técnicos, nos últimos dois anos, a presença de vegetação flutuante (aguapé) e submersa (elódea) se intensificou no rio, agravando ainda mais a situação.
 
Questionado pelos vereadores acerca da normalização do serviço, Beono minimizou a situação e informou que o problema de coloração foi resolvido. “A gente conseguiu contornar a situação e o tratamento de água está normalizado desde sábado”, informou.
 
O plano de contingência adotado pelo Semae para resolver o problema da coloração da água, segundo Beono, foi reduzir a vazão de água na cidade e fazer os testes necessários para determinar a dosagem correta dos produtos químicos para o tratamento. Além disso, a Autarquia manteve contínuo contato com o DAEE e Sabesp afim de obter informações sobre as possíveis causas do problema.
 
Paulo Beono demonstrou preocupação com a atual situação do Tietê e expôs aos vereadores a necessidade de traçar alternativas para o abastecimento de água da cidade, seja recuperando o rio ou buscando outras fontes de captação.
 
“O problema da água é algo mais complexo do que o tratamento do Semae. Precisamos urgentemente buscar alternativas, pois a cidade não pode depender exclusivamente da captação de água do rio Tietê. O Município tem várias áreas alagadas que podem ser usadas para captação”, ressaltou o vereador Mauro Araújo (MDB)”.
 
O vereador Antonio Lino (PSD) criticou a atuação do DAEE e da Sabesp e levantou a possibilidade de uma manobra da Sabesp para adquirir o Semae.
 
“Pelas explicações que recebemos, podemos ver que o funcionamento do Semae depende 100% da Sabesp e do DAEE. Isso nos preocupa porque a Sabesp já tentou inúmeras vezes adquirir o Semae. Talvez eles estejam forçando a barra para que a gente perca a capacidade de tratar a água e venda autarquia para eles”, ressaltou.
 
A vereadora Fernanda Moreno (PV), que também é membro da Comissão Permanente de Serviços Públicos e Semae falou sobre a necessidade de conscientizar a população sobre a situação do Semae. “A gente precisa pensar numa forma de conscientizar as pessoas, não apenas sobre água, mas também por questões relacionadas à Natureza. Nós usamos uma fonte que é exportada, portanto não depende só de um órgão ou da vontade do Semae”, argumentou.
 
Também participaram da reunião os vereadores Cláudio Miyake (PSDB), Otto Rezende (PSD), Rodrigo Valverde (PT), Protássio Nogueira (PSD), Edson Santos (PSD), Francimário Farofa (PR), Diegão (MDB), além do secretário do Verde e Meio Ambiente, Daniel Teixeira.

voltar

Câmara Municipal de Mogi das Cruzes
Av. Vereador Narciso Yague Guimarães, 381
Centro Cívico - Mogi das Cruzes/SP - CEP:08780 - 902
TELEFONE: (11) 4798-9500 - FAX:(11) 4798-9583