Página Principal Câmara Vereadores Imprensa Portal Cidadão


Encerramento da exposição fotográfica Doulando Mogi é marcado por palestras
10/11/2017 - 15:55:00

Na manhã desta sexta-feira (10), a Câmara Municipal recebeu o evento de encerramento da exposição fotográfica Doulando Mogi, que contou com palestras de profissionais da Saúde acerca da ocupação doula. Organizada pelo Coletivo Materno Núcleo de Empoderamento e pelo vereador Emerson Rong (PR), a mostra reuniu cerca de 20 imagens e retratou partos domiciliares e hospitalares com a presença da doula.
 
A educadora perinatal e consultora de amamentação, Fabiana Guerra, fez a abertura do evento, agradecendo aos especialistas presentes e ao vereador Emerson Rong pela iniciativa do Projeto de Lei 76/2017, que dispõe sobre a presença das doulas nas maternidades e ambientes hospitalares. Fabiana, que também é coordenadora do Coletivo Materno, falou sobre os objetivos do evento. “Estamos aqui hoje não apenas para regulamentar o direito das doulas poderem trabalhar na cidade, vai além. Para quem não sabe, a maior parte do nosso trabalho é voluntário. A gente deseja que as mulheres tenham um atendimento digno, que sejam tratadas bem”, afirmou.
 
Também do Coletivo Materno, a doula e educadora perinatal, Karla Cavalcanti, emocionada, falou sobre a história da ocupação e das atribuições pertinentes a essas profissionais. “A doula tem essa questão do cuidado, de estar sempre à disposição quando a parturiente precisar. Ela não faz nenhum procedimento médico: não afere pressão, não faz cardiotocografia, não preenche partograma e não faz toque. A doula agrega à equipe de assistência à saúde da mulher, durante o pré-natal, parto e pós-parto”, explicou.
 
O obstetra Jorge Kuhn, em sua palestra, mostrou alguns estudos científicos que abordam a ocupação doula e ressaltou a importância dessas profissionais como facilitadoras do trabalho do médico durante o parto.  “Eu não consigo mais trabalhar sem doulas porque elas dão uma ajuda importantíssima para a mulher no trabalho de parto e, portanto, ajudam a mim também”.
 
A segunda palestrante, Dra. Márcia Dias Zani, que é pediatra neonatologista, discorreu sobre a humanização no parto e reafirmou a importância da doula para as parturientes. “Quando uma mulher vai para um hospital e não sabe o que vai acontecer sente medo, insegurança e começa a racionalizar de mais. Uma doula com ela certamente a deixará mais relaxada”.
 
A presidente da Associação das Doulas do Estado de São Paulo - ADOSP, Daniela Andretto, também esteve presente no evento e falou sobre os projetos da Associação, entre eles, o credenciamento de doulas associadas em hospitais e instituições públicas e privadas, a promoção de oficinas de reciclagem e o encontro científico das doulas.
 
De acordo com a pesquisa realizada por Klaus e Kennel, publicada em 1993 em “Mothering the Mother”, a presença das doulas no processo do parto reduz em 50% o índice de cesárias e em 25% o tempo do parto. O Ministério da Saúde, por meio da portaria publicada em 28 de maio de 2003, reconhece e incentiva a presença das doulas no parto. No entanto, parte da classe médica é contra, argumentando que a participação da doula pode atrapalhar os procedimentos médicos e de segurança.
 
“Existe resistência, mas faz parte, é questão de entender melhor a função delas, que não estão vindo para atrapalhar ninguém ou mexer na estrutura que já existe, mas sim para somar”, argumentou Rong.
 
O evento também contou com a presença do presidente da Câmara, pastor Carlos Evaristo (PSD), do vereador Clodoaldo de Moraes (PR), da coordenadora da maternidade da Santa Casa, Luciana Oliveira Pires Conde e da presidente da Associação das Voluntárias da Santa Casa – AVOSC, Miriam Nogueira do Vale e de outros profissionais da área da Saúde.

voltar

Câmara Municipal de Mogi das Cruzes
Av. Vereador Narciso Yague Guimarães, 381
Centro Cívico - Mogi das Cruzes/SP - CEP:08780 - 902
TELEFONE: (11) 4798-9500 - FAX:(11) 4798-9583