Página Principal Câmara Vereadores Imprensa Portal Cidadão


TV Câmara inicia as operações nesta noite
14/12/2015 - 23:00:00

Em solenidade oficial às 20 horas desta segunda-feira (14), no Plenário Vereador Doutor Luiz Beraldo de Miranda, teve início em caráter experimental a operação da TV Câmara de Mogi das Cruzes, que já pode ser assistida na grade de emissoras abertas pelo canal 60.2. A estimativa é que a programação e a operação estejam consolidadas a partir de fevereiro de 2016, quando terá início o ano legislativo. Nesta terça-feira (15), haverá duas outras transmissões ao vivo: a da sessão ordinária, a partir das 15 horas, e a da sessão solene de entrega de título de cidadão mogiano ao bispo diocesano de Mogi das Cruzes, dom Pedro Luiz Stringhini, marcada para as 20 horas, numa iniciativa dos vereadores Antonio Lino (PSD) e Iduigues Martins (PT).

Nesta quarta-feira (16) também será passada ao vivo a última sessão do ano, a partir das 15 horas. Compareceram à cerimônia, transmitida ao vivo nesta noite pelo canal 60.2, os vereadores Carlos Evaristo (PSD), Chico Bezerra (PSB), Mauro Araújo (PMDB), Odete Sousa (PR), Jean Lopes (PC do B), Protássio Nogueira (PSD), Bibo Fernandes (PR), Cláudio Miyake (PSDB), Pedro Komura (PSDB), Karina do Adote Já (PC do B), Emerson Rong (PR), Carlos Lucarefski (PPS), Iduigues Martins (PT), Marcos Furlan (PV), Sadao Sakai (PR) e Caio Cunha (PV).

A mesa diretiva foi composta por Antonio Lino da Silva (PSD), presidente da Câmara, e Jean Lopes (PC do B), primeiro-secretário, além do prefeito Marco Aurélio Bertaiolli (PSD), José Antonio Cuco Pereira (PSDB), Bruno Machado Miano, juiz diretor do Fórum de Mogi das Cruzes, o major Marcos Paulo, representando a Polícia Militar, Marilei Schiavi, diretora de jornalismo da Rádio Metropolitana 1.070 AM e o pastor Jeandre Soares Lopes.

A emissora foi ao ar quando representantes dos três poderes detonaram o botão de start. “Neste momento se faz presente os três poderes: Legislativo, Executivo e Judiciário. Este é um momento histórico para nossa Cidade. Vamos escrever uma história com muita clareza e transparência”, disse Lino.

Cada líder de partido teve direito a usar a palavra. Mauro Araújo disse que o novo canal trará transformações. “Será um instrumento democrático, que vai mudar a história de se fazer política em nossa Cidade”.

Bibo Fernandes lembrou que foi um longo caminho até a abertura da emissora. “Muitos achavam que não ia dar certo, quando assinei acordo com a Alesp. A burocracia neste país é muito grande. Foi uma luta ferrenha”.

Protássio Nogueira disse que a TV Câmara aproximará a população do Legislativo. “Quando Cuco fez o prédio anexo da Câmara, já tinha até sala para a TV Câmara. Que o canal seja mais uma ligação com a população, em qualquer horário e em qualquer dia. É um canal que hoje se abre para Mogi das Cruzes e que vai ser a ligação dos cidadãos com esta Casa”.

Iduigues Martins falou sobre o fato de a TV ser uma ferramenta de clareza sobre o trabalho parlamentar. “É preciso ter respeito ao voto popular. A transparência é pressuposto da democracia. A população entrará nas comissões, nas sessões e em todos os cantos desta Casa. A TV coroa um processo importantíssimo de transparência”.

Caio Cunha acredita que a TV Câmara trará desenvolvimento. “Estou muito feliz porque pela primeira vez poderei gaguejar ao vivo. Tenho acompanhado o esforço do Lino em colocar esta TV no ar. Será uma ferramenta importantíssima para a transparência. Quanto mais informações os munícipes tiverem, mais Mogi conseguirá ser uma Cidade melhor”.

Chico Bezerra quer uma programação que ultrapasse os discursos. “A televisão chegou ao Brasil nos anos 50. Em 1962, eu tinha 13 anos e fui para Fortaleza. Eu morava no interior, não conhecia a televisão. Hoje evoluiu tanto que aparece em todas as partes do mundo. Houve uma evolução. Vamos ter dificuldades porque não é tão simples. Temos que fazer um trabalho sério nesta Casa e não só apresentar discurso de vereador: programas de educação, de saúde e outras benfeitorias”.

Odete Sousa lembrou o início da luta para que o canal pudesse ser iniciado. “É muito bom estar na casa das pessoas e mostrar os nossos trabalhos: os estudos para um projeto, o contato com a comunidade, será um diferencial imenso. É de suma importância a TV Câmara. Agradeço ao vice-prefeito Cuco que, há muitos anos, preocupou-se em ampliar este Legislativo. Se não fosse a ampliação dele, pensando naquela época na TV, há mais de dez anos, hoje isso não poderia ser concretizado”.

Jean Lopes também falou. “É um momento singular, onde a transparência será fundamental. É mais um canal que terá contato direto com a casa do Cidadão mogiano. Somos representantes da população e precisamos usar um serviço de melhor qualidade. Televisão é magia”.

Cláudio Miyake representou o PSDB. “Uma das maiores questões no mundo é a informação, a comunicação. A TV Câmara não vai substituir os jornais, a rádio, a internet. A TV Câmara vem para completar este importante instrumento que é a comunicação, prestando contas, uma grande oportunidade para que nós mostremos o nosso trabalho”.

Mesa diretiva

Cuco Pereira usou o exemplo da cidade de Taubaté . “Cumprimento a todos os vereadores. A Câmara Municipal de Taubaté teve seu conceito elevado depois da TV Câmara. Fica difícil quando não se tem este canal direto. Conseguimos construir este anexo, que tinha um local reservado para ser um estúdio e outras dependências da TV Câmara”.

Bruno Miano, juiz diretor do Fórum, foi outro a falar. “O Judiciário parabeniza esta iniciativa. As luzes dos refletores contribuem para a transparência. É como a TV Justiça, a TV Alesp, a TV Senado. Haverá uma intimidade da população com os senhores. Hoje nós conhecemos o trabalho dos ministros do Supremo Tribunal Federal, por exemplo. Haverá um caráter educativo: o cidadão também precisa saber seus deveres”.

Prefeito Bertaiolli deus os parabéns. “Congratulo todos os vereadores, principalmente o Lino, que colocou a cereja no bolo. Vamos aproximar a população dos vereadores. Nada mais justo que aproximemos estas discussões relativas ao crescimento. Aqui é a Casa legítima para que as decisões sejam tomadas. Precisamos provocar a população, no bom sentido, a participar de todo este debate. Será uma nova era democrática”.

  TV a cabo

Além do canal 60.2, da TV aberta, a TV Câmara já pode ser assistida via Sky e GVT, pelo canal 360.2. Estão em negociações a transmissão a cabo pela Net. Também passa atualmente por análise a formulação de convênio para partilhar conteúdo histórico, informativo e educativo. A parceria será possível porque a TV Câmara de Mogi das Cruzes fará parte de uma rede integrada legislativa, composta pelas tevês Câmara dos Deputados, TV Senado, TV Assembleia, e todas as emissoras de câmaras municipais do País.

 Contrato

A TV Câmara será produzida pela empresa RTV Filmes, vencedora da licitação, que originou contrato de valor máximo de R$ 750 mil ao ano, o que incluirá o acervo documental e todas as sessões ordinárias. Fora este pacote, haverá os programas produzidos por demanda, conforme a solicitação: jornalísticos, documentários, entre outros. O contrato prevê no máximo 30 horas por ano de transmissão via unidade móvel. 

voltar

Câmara Municipal de Mogi das Cruzes
Av. Vereador Narciso Yague Guimarães, 381
Centro Cívico - Mogi das Cruzes/SP - CEP:08780 - 902
TELEFONE: (11) 4798-9500 - FAX:(11) 4798-9583